Animais Domésticos

Para o ingresso de animais de estimação ao Uruguai, deverá apresentar certificado da autoridade correspondente no Brasil indicando que o animal está livre de doenças transmissíveis, além da vacinação contra a raiva no mínimo entre os 30 dias antes e 30 dias posteriores à viagem.
No certificado deverá constar à vacinação contra a tênia equinococcus com o princípio ativo chamado Praziquantel, a vacina deverá ser ministrada no mínimo 72 horas e máximo 30 dias antes do ingresso ao Uruguai.
A partir do dia 1 de abril de 2017 para cachorros será necessário apresentar certificado negativo de Leishmaniosis efetuado de um prazo menor aos 60 dias anteriores a viajem. O único tipo de prova negativa de Leishmaniosis aceita pelo governo Uruguaio é a efetuada em soro.
No período de 01/12/2016 até 31/03/2017 ,os cachorros que ingressem ao Uruguai a traves dos departamentos de Artigas e Salto, deverão portar colar repelente contra o inseto transmissor da Leishmaniosis a base de deltametrina ou imodaclopid/flumectrina.
A emissão do Certificado de vacinação do animal será feita pela autoridade competente no Brasil. O VIGIAGRO, órgão do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, mantêm escritórios nos aeroportos e portos do Brasil.

REQUISITO DE MICROCHIP PARA CANINOS

A partir do dia 1o de outubro de 2018, os animais da espécie canina não residentes, deverão entrar e sair do Uruguai, com identificação individual mediante dispositivo electrónico (microchip), associado ao Certificado Sanitário Internacional expedido pela autoridade sanitária competente do pais de origem.

Em caso de ingresso ao Uruguai, os funcionários de controle verificarão a identidade do animal mediante a documentação correspondente, pudendo proceder à leitura do microchip se necessário.

Os microchips colocados fora do Uruguai, deveraõ cumprir com a norma ISO 11784 e aplicar a tecnologia HDX o FDX-B. Os mesmos serão lidos com um leitor compatível com a norma ISO 11785. Em caso que o dispositivo colocado não cumpra com as normas estipuladas, o responsável deverá proporcionar um leitor que permita a leitura do microchip no memoento do ingresso ao Uruguai.

Para o ingresso de quaisquer outros animais de estimação é necessário consultar previamente ao Ministerio de Ganadería, Agricultura y Pesca. Dirección de Sanidad Animal.
Telefones: (005982) 4126344 – Fax: (005982) 4126306
Correio eletrônico: disana@mgap.gub.uy – digesega@mgap.gub.uy
Para mais informações em relação a quesitos de ingresso, agradece-se visitar o site do Ministério de Ganadería, Agricultura y Pesca
http://www.mgap.gub.uy/unidad-organizativa/direccion-general-de-control-de-inocuidad-alimentaria/viaja-con-mascotas
ou contatar a División Sanidad Animal do citado Ministério no Departamento de Controle de Comércio Internacional. Telefone: (00598) 2412 6338
Observações: Dúvidas, entrar em contato com a Seção Consular da Embaixada (61) 3322-1200 o através do correio eletrônico: urubrasil@mrree.gub.uy