Estudar no Uruguai

O Setor cultural da Embaixada tem em seu cargo a divulgação das oportunidades, as chamadas, e propostas acadêmicas das instituições educativas do Uruguai e no meio local. Assim mesmo recebe os candidatos e os orienta quanto aos requerimentos administrativos, documentação e procedimentos para as inscrições.

Dentro da República Federativa do Brasil, a respectiva documentação é legalizada no Consulado uruguaio da jurisdição correspondente ao interessado.

Os estudantes que vão para o Uruguai a efeitos de participar de um curso ou carreira, por um período maior que 90 dias, deverão obter a Residência Temporária para Estudantes. O trâmite da permissão poderá ser iniciado em Montevideo, na Direção Nacional de Migração, Rua Misiones 1513, Telefone: (00598) 229 157 211.

Adicionalmente a Universidade da República, por meio de seu Departamento de Relações Internacionais e Cooperação, mantem uma lista atualizada das Instituições universitárias brasileiras com as quais tem um convenio vigente, assim como das bolsas de estudo e cursos em vigor. Essa lista pode ser consultada no site: http://cooperacion.udelar.edu.uy.

Aqueles estudantes que não concorrem em um marco de um chamado específico, ou não estejam em algumas das situações citadas anteriormente pra ingressar na Universidade, deverão em primeiro plano obter a revalidação dos estudos secundários, de acordo com as informações no item, além de cumprir os seguintes requisitos:

  • Ser uruguaio ou ter saído do Uruguai em virtude da situação política do país até o estabelecimento democrático.
  • Ter seus estudos interrompidos no país de origem por razões de perseguição política, ideológica, união, religiosa ou racial.
  • Está descrito no parágrafo segundo do artigo 2º da Portaria sobre a revalidação de títulos e certificados de estudos as quais estabelece que: “Poderão estudar na Universidade da República sem necessidade de revalidar, os funcionários diplomáticos e consulares alocados na República, os funcionários de Estados estrangeiros que cumprem na República serviços ou missões pelas respectivas autoridades, os funcionários de órgãos internacionais que façam parte da República ou que esta aceite ou conheça, e os cônjugues, filhos ou dependentes pessoas mencionadas”.
  • Comprovar residência mínima no Uruguai de três anos.
  • Ter se mudado para o Uruguai como consequência necessária pela instalação no país núcleo  do seu familiar direto, que integrava o solicitante.

 O conselho Directivo Central da Universidade pode, por voto da maioria absoluta de seus componentes, admitir excepcionalmente o ingresso de estudantes não inseridos nas exceções mencionadas.

Nota: Para maiores informações, favor entrar em contato com a Seção Cultural da Embaixada no telefone: (61) 3322-1200 ou através do e-mail: urubrasil@mrree.gub.uy (Seção Cultural)